BCN faz o balanço de 2015 e prepara o início do exercício de 2016 na sua Reunião Anual de Quadros

  • Quarta, 16 Dezembro 2015 00:00


No passado dia 12 de Dezembro, sábado, decorreu num dos hotéis da capital, sob o lema “Juntos Vamos Mais Longe”, o Encontro de Quadros do BCN de 2015, ano em que o Banco comemora o seu 10.º aniversário. Este Encontro correspondeu ao encerramento do programa comemorativo do 10º aniversário. Estiveram presentes cerca de 70 colaboradores do Banco, oriundos de todas as ilhas do país.

O CA do Banco apresentou uma projecção dos resultados preliminares para fecho do exercício em curso, sendo que os níveis de rentabilidade se deverão manter em linha com o verificado em 2014, tendo havido um significativo reforço dos indicadores de liquidez e solvabilidade. Em 2015, registam-se, assim, ganhos de eficiência do Banco, com a relação entre o custo de estrutura e o produto de actividade (cost-to-income) a situar-se nos 44%, o que posicionará o BCN como o Banco comercial mais eficiente do mercado em termos do referido rácio de Cost to Income.

 O BCN durante o ano de 2015 concretizou ainda um conjunto de projectos, entre os quais se destacam, a criação duma estrutura operacional específica para a gestão dos imóveis destinados à venda, bem como a abertura ao público de algumas agências aos sábados e o lançamento dum novo aplicativo de internet banking. Novos serviços foram ainda disponibilizados pelo Banco durante 2015, como a cobrança de facturas da Electra Norte.

 Para 2016, o Banco definiu como principais objectivos o aumento da concessão de crédito à economia e a dinamização da venda de imóveis propriedade do Banco.

De referir, por fim que o Banif, principal accionista do BCN, como é do conhecimento público, no decorrer da reestruturação financeira a que foi sujeito, tem em curso um processo aberto e competitivo de venda da participação do Estado Português, no qual se encontram envolvidos diversos investidores internacionais, processo esse que tem gerado um elevado número de notícias recentemente divulgadas na comunicação social. O processo de venda deverá estar concluído até 31 de Dezembro de 2015 e não terá impacto sobre a actividade do BCN.

Outras notícias

Destaques